(51) 3233-3804   (51) 99355-4456   libretos@libretos.com.br
Ensaios literários
9786586264272
15 x 22 cm
156 páginas
1º edição 2020

Ensaios literários

crítica e história da literatura

Carlos Alexandre Baumgarten


R$ 28,00


Simular o frete

Ensaios literários..., de Carlos Alexandre Baumgarten, aborda a escrita da história literária brasileira nas diferentes formas que assumiu ao longo do tempo e o pensamento crítico entre nós produzido. A obra foi motivada, em sua origem, pela intenção do autor em contribuir para a reflexão sobre a literatura brasileira a partir de duas modalidades discursivas: a da história da literatura e a da crítica literária – cada uma a seu modo –, para a compreensão do processo cultural brasileiro e, por que não dizer, de nossa própria identidade.

A publicação de Ensaios literários: crítica e história da literatura contempla a reunião de um conjunto de artigos, alguns divulgados em revistas acadêmicas, e outros ainda inéditos, todos eles voltados para o exame de aspectos referentes à historiografia literária brasileira do passado e do presente, de um lado, e, de outro, ao exercício da crítica literária. Nesse sentido, a organização da obra encontra-se dividida em duas seções: uma primeira, dedicada ao estudo do discurso historiográfico brasileiro, e uma segunda, destinada à análise e à prática do discurso crítico.

 

“Enfim, o exame da produção de José Enrique Rodó permite a João Pinto da Silva dar continuidade a um dos temas que frequentou, pelo menos desde a primeira metade do século XIX, as páginas da crítica literária brasileira: a questão da nacionalidade e da identidade cultural do país. Aqui, contudo, aparece ela de modo renovado, porquanto o país é visto a partir de uma perspectiva integradora em relação à América Latina, numa evidente demonstração da repercussão então alcançada pela obra do autor de Motivos de Proteu.”
Do texto
Do texto: João Pinto da Silva: leitor de Rodó

“O exame do percurso realizado por Erico Verissimo, ao se colocar no  papel de historiador da literatura brasileira, permite algumas conclusões que essa aproximação inicial ao seu texto permitem: a) em primeiro lugar, constata-se que a Breve história da literatura brasileira assume um caráter declaradamente narrativo, ao apresentar um narrador que, em primeira pessoa, encarrega-se do relato do percurso realizado pela produção literária nacional; mais do que isso, esse mesmo narrador estabelece um início para essa história – a Carta, de Pero Vaz de Caminha – e um final, a década de 40 do século XX, que corresponde ao tempo de sua própria escrita [...]”

Do texto 

Do texto: Erico Verissimo historiador: uma leitura da Breve
história da literatura brasleira

 



  • Carlos Alexandre Baumgarten

    É mestre e doutor em Teoria Literária pela PUCRS. Foi professor titular de Teoria da Literatura, na Universidade Federal do Rio Grande, entre os anos de 1987 e 2010. Atualmente, é Professor Adjunto da Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, atuando nos cursos de Letras, Escrita Criativa e no Programa de Pós-Graduação em Letras, e Bolsista Produtividade em Pesquisa do CNPq. É autor e/ou organizador, dentre outras, das seguintes obras: A crítica literária no Rio Grande do Sul – do Romantismo ao Modernismo; Literatura e imigração: sonhos em movimento; Literatura sul-rio-grandense – ensaios; e História da literatura: itinerários e perspectivas. Publicou pela Libretos Série Universidade os títulos Diálogos com Paul Ri­coeur – ensaios de hermenêutica literária (2017), e Identidades em diálogo: a mulher na literatura hispano-americana de autoria feminina (2018). Além disso, é autor de capítulos de livros e de inúmeros artigos publicados em revistas acadêmicas, nacionais e estrangeiras.

    Livros



  • Ensaios literários
    Ensaios literários
  • Sumário

    Parte I – HISTÓRIA DA LITERATURA

    A historiografia literária brasileira: experiências contemporâneas

    Ronald de Carvalho e a escrita da Pequena história da literatura brasileira

    Erico Verissimo historiador: uma leitura da Breve história da literatura brasileira

    A Província de São Pedro: entre o regional e o nacional

    A historiografia literária sulina: primeiros textos

    A Sociedade Filomática e o Romantismo brasileiro

     

    Parte II – CRÍTICA LITERÁRIA

    O ensaio crítico sulino e a leitura da obra machadiana

    João Pinto da Silva: leitor de Rodó

    A crítica sulina e a recepção da obra de Eça de Queiroz

    Moysés Vellinho: um crítico militante

    A autoria feminina na poesia do Rio Grande do Sul do século XIX

    Julieta de Godoy Ladeira e Dyonélio Machado: correspondência

Quer receber nossas novidades? Deixe aqui o seu e-mail.

Pesquisa

Editora Libretos

CNPJ 81.249.727/0001-09
Rua Peri Machado 222 | Bloco B | 707 | Porto Alegre | RS | CEP 90130-130
Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.
(51) 3233-3804 | (51) 99355-4456

2020 © Editora Libretos